ABREE: Avanços da logística reversa de eletrodomésticos e eletroeletrônicos em meio à pandemia

Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos

Vanderlei Niehues, diretor-presidente da ABREE

Apesar de todas as mudanças e desafios em 2020, tivemos avanços importantes no sistema de logística reversa. Finalizamos o ano com 35 associados, que representam 136 marcas, e estamos otimistas. Acreditamos que, em 2021, teremos grandes avanços nessa área. Vimos um grande pico de novas adesões no último mês do ano, uma vez que em 31 de dezembro foi encerrado o prazo para o cumprimento do decreto federal para implantação do sistema de logística reversa.

Essa lei prevê que fabricantes e importadores estejam associados a entidades gestoras ou apresentem um modelo individual para cumprimento do papel que exercem nesse sistema. Além disso, o decreto prevê que comerciantes e distribuidores trabalhem em parceria com entidades gestoras para o cumprimento de seu papel nessa cadeia.

“Finalizamos o ano com 35 associados, que representam 136 marcas, e estamos otimistas. Acreditamos que, em 2021, teremos grandes avanços em logística reversa.”

E aqui vai um recado importante: estar em conformidade com esse decreto é lei. Então, caso você, fabricante ou importador, tenha perdido esse prazo e ainda não esteja atrelado à uma entidade gestora, a ABREE está à disposição para que você possa trabalhar em parceria com uma entidade sem fins lucrativos, que define e organiza o gerenciamento de resíduos sólidos, implementando sistemas coletivos de logística reversa e promovendo economia de grande escala ao reduzir os custos operacionais e de transações.

Fonte: Revista Eletrolar News ed. 140

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários