ABREE

O PAPEL DA LOGÍSTICA REVERSA DE ELETRODOMÉSTICOS E ELETROELETRÔNICOS NA ECONOMIA CIRCULAR

Vanderlei Niehues, diretor-presidente da Associação Brasileira de Reciclagem de Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (ABREE)

A ABREE participou recentemente do evento Connect Smart Cities, e nossa gerente-executiva, Mara Ballam, moderou um painel sobre sustentabilidade dentro do conceito de economia circular.

Diante da discussão, propomos uma reflexão acerca da ideia. A economia circular é a certeza do futuro do planeta. Então, é crucial que todos os setores trabalhem nisso – na busca da transformação de resíduos do processo de reciclagem em novas matérias-primas, com o objetivo de melhor aproveitar os recursos naturais.

Esse é um grande desafio, considerando os diferentes produtos descartados e seus diferentes ciclos de vida. Em um setor tão plural, tratar o tema de forma singular distorce a realidade vivida no sistema de logística reversa. E para que ela aconteça, de fato, é importante respeitar suas características e níveis de uso.

No setor de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, que contempla produtos de diferentes tamanhos e características, se faz essencial o engajamento de todos os entes do setor para tornar a logística reversa um ecossistema sustentável.

Hoje, o trabalho da ABREE é definir e organizar o gerenciamento do sistema coletivo de logística reversa em larga escala – para trazer conformidade, assim como elevar cada vez mais o papel dessas indústrias na economia circular, para todos os tipos e portes de produtos. Enfim, um grande desafio!

Fonte: Revista Eletrolar News ed. 138

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários