BLACK FRIDAY E NATAL: HORA DA RECUPERAÇÃO

O mercado respira aliviado. Está próxima a melhor Temporada de Vendas do ano com a realização da Black Friday, em 27 de novembro, e com o Natal. A primeira, reconhecida como a principal data para o e-commerce brasileiro, avança também no varejo físico. “É a época de venda de produtos de telefonia e eletroeletrônicos devido aos descontos agressivos. Deve superar os resultados de 2019 com a entrada de novos consumidores e lojas”, diz Rodrigo Bandeira, vice-presidente da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

Para alguns varejistas, a data já tem mais relevância que o Natal, afirma Renato Mendes, professor de marketing digital do Insper e da PUC (RS). “É um momento que o consumidor aproveita para fazer compras para si próprio. Por isso, elas são mais planejadas.” Os eletrônicos representam mais da metade das vendas, seguidos por celulares e computadores. Em 2020, o movimento deve acompanhar o que vem acontecendo nos últimos anos, ou seja, as pessoas aproveitarão os descontos da Black Friday para comprar presentes de Natal.

As datas são diferentes, ambas são importantes e registram alto volume de vendas, mas é fundamental entender que cada uma tem sua vocação. Se a Black Friday fomenta a venda de produtos com maior valor agregado, o Natal tem uma atmosfera de presentes que movimenta o varejo. É essa compreensão que possibilita planejar, sem o risco de erros, o estoque, a estratégia, a comunicação e a logística.

A edição 138 de Eletrolar News traz os produtos que irão movimentar a Temporada de Vendas deste ano. Eis os links das matérias: TVs, Refrigeradores, Lava e Seca, Lava-louças, Smartphones, Eletroportáteis, Notebooks, Bicicletas, Acessórios para Games e Caixas de Som.

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários