Capas Protetoras: Companheiras dos smartphones

Clássicas, coloridas e até divertidas, as capas para smartphones são consenso mundial. Não chega a 1% da população o total de pessoas que abrem mão delas.

Complemento essencial dos smartphones, as capas se transformaram em acessórios de moda, especialmente entre o público feminino. São compradas quase que simultaneamente com o telefone e, enquanto as mulheres buscam design e cores, os homens optam por modelos clássicos. “Há pessoas que fazem coleção de capas. Enquanto forem lançados aparelhos, elas existirão”, afirma o gerente-geral da Hrebos, Paulo Costa.

A necessidade de proteger o smartphone e o próprio investimento no aparelho, somada à criatividade dos designers, deram origem a um mercado em que o lucro está no giro e na agilidade em oferecer produtos adequados para os lançamentos – quando as vendas aumentam. “Sempre procuramos ter capas em estoque antes mesmo de os aparelhos serem lançados no Brasil”, diz Frederico Irrthum Oliveira, cofundador e diretor da Gorila Shield.

Capas de smartphones se transformaram em 
acessório de moda. Há pessoas que chegam a ter
uma coleção delas.

O uso dessas capas é consenso mundial. Não chega a 1% da população global o número de pessoas que abrem mão delas. Nesse movimentado mercado, a variedade de modelos, o material e a credibilidade da marca são fatores que o varejista deve levar em conta ao fazer o pedido. “Ainda há grande carência no Brasil no que diz respeito à qualidade. Nossa chegada ao País se deu exatamente por isso”, diz Breno França, diretor da X-ONE Brasil.

CHANCE DE CRESCER

A concorrência é forte, mas a categoria tem chances de se expandir, afirma Hicham A. Hamze, diretor comercial da Summerland. “Há espaço para crescimento, sim, por se tratar de um mercado em constante mudança. O lançamento de novos aparelhos e marcas cria mais oportunidades de negócios para as empresas. O brasileiro é apaixonado por capas.”

A data das mães pode acelerar as vendas de capas para smartphones devido a
seu preço acessível.

Como o gosto do consumidor vai mudando, a troca da capa se dá com frequência. “As capas estampadas deixaram de ser apenas proteção, tornaram-se artigos de moda”, diz Carlos Rodrigues da Silva, sócio da CB Acessórios. “São acessórios que refletem a personalidade dos usuários”, acrescenta Andressa Romanholi, da equipe de marketing da iWill.

As capas são opções fortes de presente para o Dia das Mães, inclusive por seu preço acessível. “Estimamos que a data possa ter 30% de aumento nas vendas. Ela é fantástica para o nosso mercado”, afirma Rodrigo Cavalcante, representante da Devia/Havit. A seguir, estão as sugestões que as empresas trazem ao varejo.

CB ACESSÓRIOS

Sua marca Net Case é especializada em estampas para capas e acessórios para smartphone. “O diferencial é a qualidade das estampas e artes, focadas em tendências atuais. Por isso, acabam atingindo todos os públicos”, conta o sócio da CB Acessórios.

As capas acompanham o mercado de smartphones, que sempre tem novidades. A empresa, que também é dona da marca StreetCase, tem capas para as principais marcas de smartphones e espera vender mais de 10 mil unidades no período do Dia das Mães.

Preço sugerido em 27/01/2020: no varejo, de R$ 15,00 a R$ 60,00. No atacado, a partir de R$ 4,50.

 

Preço sugerido em 07/02/2020: R$ 29,90. Preços sugeridos para as demais capas em 07/02/2020: R$ 49,90.

DEVIA

Dispõe de tecnologia que permite às capas de proteção ter acabamento sofisticado e certificação militar. “Atualmente,

trabalhamos com capas para iPhone, que é uma vertente muito boa no mercado. Temos grande variedade, que inclui até a última geração da Apple”, diz o representante da Devia.

A linha de produtos da empresa abrange outros acessórios, como fones de ouvido, fontes carregadoras,

cabos de dados e carregador de Apple watch. Recentemente, acoplou ao portfólio a nova máquina de recortar películas, praticamente instantânea, que tem garantia de um ano.

GORILA SHIELD

Produz capas com a mais alta tecnologia, diz o cofundador e diretor da empresa. “O material é extremamente resistente, evita danos ao aparelho em caso de queda, e a capa tem uma elevação frontal que impede o atrito da tela com a superfície. Há modelos com outras funções, caso da capa Infinity, cuja alça Ring ajuda a ajustar o aparelho na mão e pode ser usada como sustentação nas posições horizontal e vertical.”

A Gorila Shield possui capas para mais de 300 aparelhos das principais marcas do mundo. Os produtos são anti-impacto, o que evita gastos elevados com consertos e trocas de tela. No período do Dia das Mães, estima vender cerca de 10 mil capas protetoras somente em seu site oficial.

Preços sugeridos em 07/02/2020: R$ 79,90.

HREBOS

Em sua fábrica em Taboão da Serra (SP), produz 2 milhões de capas por mês. “É nosso grande diferencial, lançamos as capas concomitantemente com os smartphones. Essa é a vantagem de produzi-las no Brasil. Nossos concorrentes perdem o boom de vendas quando há lançamentos, época de muita procura”, diz o gerente-geral da Hrebos.

A linha tem mais de 60 itens, incluindo outros acessórios. Entre as capas estão a de TPU Anti Shock transparente e a TPU translúcida 2 em 1, com cores translúcidas e acabamento com brilho de glitter, uma das mais vendidas da marca. É uma capa dentro da outra, que protege mais o aparelho. O usuário troca só a de fora. A capa tradicional é feita com termoplástico poliuretano.

TPU Anti Shock transparente – Preço sugerido em 07/02/2020: R$ 20,00 (foto com dois celulares verde e azul com capinha transparente)

TPU translúcida 2 em 1 – Preço sugerido em 07/02/2020: R$ 35,00 (foto do aparelho vermelho com a capinha encaixando)

IWill

Este ano, a empresa oferece muita variedade em cases para iPhone 11 e os próximos lançamentos da Apple. A maior parte de seus itens é direcionada para iPhones, mas a marca também é a fornecedora oficial de capas e películas protetoras para aparelhos da Motorola.

Elite Case Dual Frame
Preços sugeridos em 30/01/2020: entre R$ 49,90 e R$ 149,90.

O principal diferencial dos produtos está na qualidade e durabilidade, diz a analista de marketing da iWill. “Trabalhamos com diversas opções de cases antichoque, com dupla e até tripla proteção, oferecendo mais segurança ao smartphone.” Para a empresa, o Dia das Mães é o segundo melhor período de vendas, uma vez que aumenta a comercialização de smartphones.

X-ONE BRASIL

Lançou recentemente a capa Shock Dominator – Dropguard 3.0, informa o diretor da X-ONE Brasil. “Assim como os nossos outros dois modelos de capa de proteção, Dropguard 2.0 e Dropguard Pro, temos uma tecnologia exclusiva, a DNA Guard, mais resistente a impactos e quedas. Garantimos proteção em quedas de até três metros, com certificação internacional TUV Nor.”

A empresa, que atua no mercado premium, destaca que, um ano e três meses após sua chegada ao Brasil, sentiu a aceitação de seus produto devido à qualidade. “As capas não amarelam e têm garantia de um ano. Esperamos ter faturamento de R$ 800 mil com a venda de capas durante os meses de março e abril, que antecedem a data das mães.

Preços sugeridos em 22/01/2020: R$ 149,90, cada.

Por Leda Cavalcanti

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários