Green Eletron firma parcerias para quase 1.600 novos pontos de descarte correto de pilhas

A rede de papelarias e as farmácias do Grupo DPSP agora fazem parte do programa Green Recicla Pilhas, promovido desde 2010.

Moradores de diversos estados brasileiros agora têm ainda mais opções para o descarte correto e responsável de pilhas. A Green Eletron, principal gestora da logística reversa de eletroeletrônicos e pilhas do Brasil, acaba de firmar uma parceria com o Grupo DPSP – responsável pela Drogaria São Paulo e Drogarias Pacheco – e ampliou sua colaboração com a rede de papelarias Kalunga, para a instalação de novos coletores de pilhas em 1.595 lojas de ambas as redes. O Programa Green Recicla Pilhas, que é administrado pela gestora, atende a todos os estados do país oferecendo a oportunidade à população de descartar suas pilhas descarregadas, possibilitando sua reciclagem.

Com os novos pontos, o programa somará 6.116 coletores – um aumento de 35% em relação ao fim do ano passado, que fechou com 4.521 disponíveis. Dos novos coletores, 1.371 estão instalados em drogarias do Grupo DPSP em todo o país, enquanto 224 se encontram em lojas da Kalunga.

“É muito gratificante promover o descarte correto e o cuidado com o meio ambiente por meio da nossa rede de lojas em todo o país. A iniciativa tem total sinergia com nossos projetos para uma operação que seja não só sustentável, como desperte essa conscientização nos nossos clientes”, afirma Felipe Zogbi, diretor de Operações, Expansão e Engenharia do Grupo DPSP.

Ademir Brescansin, gerente executivo da Green Eletron, também comenta a expansão e parabeniza as marcas pela iniciativa. “A nova parceria com a Kalunga e a rede DPSP é um grande passo para nós, pelo aumento na capilaridade do programa Green Recicla Pilhas e também por demonstrar que as empresas têm, sim, interesse em crescer de forma sustentável”, ele comenta.Segundo estimativa da ONU, cerca de 2,1 milhões de toneladas de resíduos eletrônicos – como pilhas, baterias, eletroeletrônicos e seus acessórios – são gerados anualmente no Brasil. A Green Eletron trabalha junto a empresas e à população viabilizando a reciclagem desses materiais, que são reutilizados como matéria-prima na indústria. Foi fundada em 2016, pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee).

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários