Lenovo volta a produzir tablets em Indaiatuba

Empresa visa demanda corporativa e na área de educação.

Desde 2014,  a Lenovo deixou o mercado de tablets no país e se concentrou nas vendas de notebooks, computadores e acessórios. Agora, a empresa volta a produzir tablets em Indaiatuba, no interior de São Paulo, visando um público mais exigente, tanto de empresas como do varejo.

No ano passado, o mercado brasileiro vendeu 12,7% menos tablets do que em 2019, embora a receita tenha aumentado 28,7%, para R$ 2,3 bilhões, no período, segundo dados da consultoria IDC Brasil.

Este ano, a consultoria projeta crescimento de 24% em unidades vendidas na categoria, puxado não só pelo varejo, mas por projetos públicos e privados na área de educação.

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários