Magalu fez a maior Black Friday de sua história

Operação bate recorde de expedição de mais de 1 milhão de itens no sábado.

O Magalu fará, em apenas dois dias úteis (30.11 e 01.12), a entrega de mais de 90% dos produtos de pequeno porte – uma modalidade conhecida como courrier – vendidos na Black Friday e destinados a clientes da Grande São Paulo. A operação logística da companhia bateu recorde diário fazendo, no sábado pós-black, mais de 1 milhão de envios de produtos como celulares, roupas e itens de mercado, categoria destaque da Black Friday Magalu em 2020.

A operação multicanal do Magalu foi crucial para que tantas entregas fossem feitas em tempo recorde. A empresa conta com 40 centros de distribuição, incluindo os 22 CDs do Magalu, cinco hubs da LogBee e outros 13 da recém adquirida GLF. A empresa ainda conta com a capacidade logística de mais de 800 lojas físicas que operam no sistema dark store, o que permite que os produtos saiam diretamente de seus estoques para a casa do cliente.

No total, 10.500 pessoas trabalham na logística do Magalu no pós-Black Friday, sendo 7.000 funcionários e 3.500 profissionais temporários, contratados especialmente para dar vazão às vendas da data promocional.

O Magalu fez a maior Black de sua história. Em novembro, mês que contou com promoções diárias nas lojas físicas e nos canais digitais, a empresa mais do que dobrou suas vendas, na comparação com o mesmo período de 2019. De acordo com as consultorias Nielsen e E-bit, durante os quatro dias do evento da Black Friday, o e-commerce do Magalu ganhou dez pontos percentuais de participação de mercado. Esta foi a Black Friday do #TemNoMagalu. Além de suas categorias tradicionais – como tecnologia e eletrodomésticos -, foram vendidas mais de 5 milhões de fraldas, 90.000 latas de milho e 30.000 pneus.

A categoria Mercado foi um dos destaques do quatro dias de Black Friday. Mais de um milhão de itens — entre produtos de higiene e limpeza, alimentos e bebidas — foram comercializados entre quinta-feira e domingo. O marketplace também teve crescimento expressivo. O número de sellers que participaram desta Black Friday cresceu 152% em relação a 2019.

Mesmo com o crescimento exponencial das vendas, o Magalu manteve a qualidade do serviço ao cliente: as reclamações durante o evento representaram apenas 0,02% dos pedidos e foram 28% menores do que a média dos últimos seis meses, na análise do site Reclame Aqui.

Fonte: NovaPR

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários