SUFRAMA – Medidas de apoio às empresas da ZFM no momento de pandemia

Alfredo Menezes, superintendente da Suframa

O estado de emergência de saúde pública ocasionado pelo novo coronavírus (Covid-19) tem provocado imensos desafios sociais e econômicos em todo o País. No Polo Industrial de Manaus (PIM), onde estão instaladas mais de 450 fábricas de segmentos como eletroeletrônico, bens de informática, duas rodas, químico, termoplástico e metalúrgico, a situação não é diferente. Embora nosso parque industrial não tenha em momento algum paralisado suas atividades de forma integral, as dificuldades vêm ocorrendo ao longo dos últimos dois meses e podem afetar os indicadores de produtividade, empregos e faturamento estimados para este ano. Alfredo Menezes, superintendente da Suframa

Ainda assim, enquanto órgão responsável pela administração dos incentivos fiscais do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), a Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus) tem empregado uma série de medidas para o enfrentamento da calamidade pública decorrente da Covid-19, a fim de mostrar que, mesmo diante das adversidades, o trabalho continua diuturnamente com o objetivo de trazer resultados positivos para a região e o Brasil.

Essas medidas incluem ações de interesse de empresas industriais, comerciais e de serviços, como o estabelecimento de procedimentos remotos para o acompanhamento de projeto e a prorrogação de prazos para quitação de débitos e apresentação de informações, além da aprovação de investimentos para colaborar para a retomada da economia. A Suframa também editou uma portaria permitindo que empresas beneficiadas pela Lei de Informática da ZFM aportem recursos das obrigações de pesquisa, desenvolvimento e inovação em projetos que gerem soluções pontuais no combate ao novo coronavírus.

Diante do cenário, temos confiança em todo o trabalho desempenhado pelo governo federal, em conjunto com o setor produtivo, e estamos otimistas, acreditando que essa crise – talvez a maior de nossa história e já com impactos tão negativos na vida da população – possa começar a ser superada muito em breve.

Fonte: Revista Eletrolar News ed. 136

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários