Vendas de ar condicionado residencial retomaram no segundo semestre de 2020

No primeiro semestre de 2020, as vendas de ar condicionado no segmento residencial tiveram queda de 19,2%, mas retomaram em 1,5% no segundo semestre

A crise econômica que assolou o país no início da pandemia do novo coronavírus explica bem a situação, unida ao fato das pessoas ficarem confinadas dentro de casa, ninguém podia investir num padrão mais “alto” de vida; depois, se viram “obrigadas” a zelar pelo conforto e comodidade em seus lares.

Segundo as estimativas da Abrava o setor de vendas HVAC-R teve um recuo de 4% no ano passado, comparado com 2019, caindo de 34,25% para 32,88% em 2020. A expectativa para este ano é de que retome ao nível de 2019 e ocorra uma recuperação das vendas.

Os dados são da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA), parceira da Febrava, Feira Internacional de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação, Aquecimento e Tratamento do Ar e da Água.

A feira já conta muitos expositores representativos do mercado AVAC-R como Elgin, Bitzer, Full Gauge, Gree, Trox do Brasil, Coel e está prevista para ser realizada entre os dias 22 a 25 de novembro de 2021.  “Atuamos na linha de frente na representação da categoria que é uma das mais relevantes em vários ecossistemas, a exemplo desses”, diz Ivan Romão, Gerente de Produto da Febrava.

Fonte: FEBRAVA

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários