Brother doa 15 máquinas de costura para voluntários do Hospital Divina Providência, em Porto Alegre

Em parceria com a Celmáquinas, produtos ajudarão na produção de máscaras e aventais para o uso durante a pandemia de COVID-19.

Como parte dos esforços para ajudar na luta contra a pandemia do novo Coronavírus, a Brother, multinacional japonesa que acompanha os avanços do mercado máquinas de costura e bordado, mercado de impressão, digitalização e organização, em parceria com a Celmáquinas, doou 15 máquinas de costura para o Hospital Divina Providência, em Porto Alegre.

Desde o começo da pandemia, o hospital formou uma rede de voluntários que produzem máscaras e aventais para os profissionais de saúde, diante do aumento da demanda. Por meio de convocação nas redes sociais, mais de mil pessoas se juntaram à força-tarefa e empresas vem doando os materiais necessários para a produção dos EPIs (equipamentos de proteção individuais).

A Brother se mobilizou para ofertar a doação de 15 unidades da máquina de costura modelo BM2800. O modelo é de fácil manuseio e recomendado para quem está no início dos aprendizados em costura. “Este modelo de máquina de costura é ideal para que os voluntários aprendam rapidamente a manusear a máquina e que a produção seja prática”, explica João Yazaki, gerente de marketing da Brother Brasil.

As peças produzidas pelos voluntários serão usadas pelos profissionais da saúde do hospital. Além disso, também serão destinados conforme necessidade para outros hospitais da Rede de Saúde Divina Providência no Estado, que atendem 100% pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os hospitais ficam nos municípios de Estrela, Arroio do Meio e Progresso, no interior do Rio Grande do Sul. O Hospital Divina Providência de Porto Alegre é filantrópico.

A meta de produção dos 600 voluntários é de 30 mil EPIs, entre aventais e máscaras, para os próximos 90 dias. Os materiais para a produção, tecidos como TNT e SMS, elásticos, linhas, velcro e punhos são higienizados com todas as recomendações da OMS e das autoridades locais, garantindo a segurança dos voluntários durante a produção das peças.

“Para nós, da Brother, é uma enorme satisfação colaborar com o Hospital doando máquinas que vão ajudar, de forma direta, a manter em segurança os profissionais da saúde, que estão dando toda a energia de seu trabalho para salvar vidas. Nossa parceria com a Celmáquinas também ajudará a salvar vidas. É hora de ajudar ao próximo e oferecer nossas soluções em costura para prover assistência a tempo de combater a pandemia aqui no Brasil”, finaliza Yazaki.

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários