Cadastro Positivo: 137 milhões de brasileiros poderão ser beneficiados

Sistema traz ambiente de maior robustez e segurança.

O Cadastro Positivo foi uma vitória ao possibilitar que se conheça o cliente, diz o presidente da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), Hilgo Gonçalves, sobre a Lei Complementar no 166/19, sancionada em abril último pelo presidente Jair Bolsonaro, que permite a inclusão automática de consumidores e empresas no Cadastro Positivo. “Quanto mais se conhece o cliente maior é a possibilidade de cair a taxa de juros e de se reduzir o custo do financiamento e a inadimplência.”

De acordo com estudo da Serasa Experian, feito a partir de simulações baseadas em modelos estatísticos de score, o sistema poderá beneficiar cerca de 137 milhões de brasileiros, o que representa 88,5% da população adulta, gerando uma injeção da ordem de R$ 1,3 trilhão na economia do País. Ainda conforme os dados do estudo, 2,5 milhões de micros, pequenas e médias empresas brasileiras passarão a ter acesso ao crédito. Esse conjunto de fatores tem impacto na melhoria da experiência de relacionamento entre clientes e instituições financeiras.

Na prática, o Cadastro Positivo muda a dinâmica do crédito, e a estimativa é que 23 milhões de pessoas sejam favorecidas pela inclusão financeira e que a inadimplência registre queda de 45%. Hilgo projeta que o PIB deve alcançar 1,4%, a inflação, 3,70%, e a Selic poderá ser menor, em torno de 6% e 5,5%, com a aprovação de uma reforma da Previdência consistente. “O crédito recursos livres para pessoa física cresceu 5,2% em 2017, 11,3% em 2018, e estimamos um crescimento nominal de 9% em 2019. O crédito recursos livre para pessoa física, ligado ao consumo e liquidez das famílias, continuará liderando a expansão”, avalia o presidente da Acrefi.

Destaque

O Cadastro Positivo muda a dinâmica do crédito, e a estimativa é que 23 milhões de pessoas seja favorecidas pela inclusão financeira.

 

Hilgo Gonçalves, presidente da Acrefi

 

Fonte: Revista Eletrolar News ed. 130

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários