Intelbras: 1º sistema de alarme de incêndio certificado no Brasil

Certificação eleva nível de segurança e qualidade de equipamentos disponíveis no mercado brasileiro.

A Intelbras apresentou nesta quinta-feira (26.08), o primeiro sistema de alarme e incêndio certificado no Brasil. “Dentro do guarda-chuva de soluções para a segurança, a empresa tinha quase tudo. Faltava, porém, para a área de incêndio, que agora fará parte do pacote que ofereceremos ao mercado”, diz Paulo Daniel Correa, diretor de negócios da Intelbras. O selo estará nos produtos em setembro próximo.

Com a iniciativa voluntária, a empresa destaca a importância do sistema de segurança, a sua qualidade para o mercado e eleva o nível de exigência dos produtos. O principal benefício é elevar o patamar de eficiência do sistema de incêndio, composto por central, detector, acionador e sinalizador. A certificação agrega valor à marca e confere ao fabricante uma vantagem competitiva. Os produtos e soluções tecnológicas da empresa com certificação estão disponíveis no varejo e nas revendas autorizada. Todos possuem um ano de garantia.

No mercado há 45 anos, a Intelbras tem um dos maiores laboratórios privados de P&D da América Latina. Com a ABIPCI (Associação Brasileira das Indústrias de Prevenção e Combate a Incêndio) desenvolveu o programa de certificação nacional para seus produtos e soluções tecnológicas de prevenção de incêndio. A ação é a primeira no Brasil, pois as outras disponíveis são internacionais.

O início em 2021

É recente a certificação nacional.  Em 2021 começou o processo de acreditação estruturado que possa validar de forma voluntária os fabricantes nacionais que se preocupam com a qualidade de suas soluções. A coordenação é de um grupo de fabricantes nacionais do qual fazem parte a ABIPCI, e que tem como maior interesse o desenvolvimento de um processo estruturado de certificação de produto, podendo atestar que a sua solução tem o selo de conformidade da certificadora acreditada pelo INMETRO e que ele atende os requisitos normativos no mercado brasileiro conforme a ABNT NBR 7240*.

A certificação de produtos de combate a incêndio é um mecanismo crucial de avaliação da conformidade, com base em normas nacionais, internacionais e regulamentos técnicos. O processo consiste em uma avaliação que garante que os equipamentos atendem a todos os requisitos das normas aplicáveis e ensaios laboratoriais, conta Paulo Daniel. A Intelbras possui inovação em seu DNA, portanto nada mais natural recebermos a primeira certificação totalmente brasileira para produtos de combate a incêndio. A ação é muito significativa, eleva a qualidade e segurança dessas soluções, beneficiando o mercado e consumidores.”

“Geralmente o mercado só procura certificações se existir obrigatoriedade, portanto a iniciativa voluntária da Intelbras é pioneira e importante. A ação demostra os valores da empresa e o seu comprometimento com a segurança. Além dos produtos de combate a incêndio da Intelbras serem os únicos com certificação nacional, eles são os primeiros no Brasil a ter total conformidade com a ABNT NBR 7240-2**”, comenta Vladson Athayde, gerente de desenvolvimento de negócios da GTM.

A certificação dos produtos de prevenção de incêndio da empresa é válida por cinco anos e, durante esse período, serão realizadas avaliações anuais de qualidade. Nesse momento, três centrais de incêndio endereçáveis – modelos CIE 1125, CIE 1250 e CIE 2500- levarão o selo de conformidade que identifica que passaram pelo processo de certificação, deixando claro aos clientes que são produtos de alta qualidade e que estão de acordo com as normas e regulamentações vigentes. 

Processo de certificação de produtos de combate a incêndio

A certificação de produtos e serviços é uma atividade realizada por uma entidade independente, acreditada por um órgão Acreditador. Seu objetivo é verificar a conformidade em relação a um padrão estabelecido. No caso da Intelbras, foi escolhida a GTM, Certificadora Acreditada pela Coordenação Geral de Acreditação do INMETRO, que oferece a certificação de produtos de Sistemas de Detecção e Alarmes de Incêndio destinados à detecção, proteção e combate

O processo realizado pela GTM acontece em quatro etapas: auditoria da empresa, de sua linha de produção e de desenvolvimento dos produtos, além da análise da documentação técnica dos equipamentos; Amostragem de produtos; ensaio e testes de produtos em laboratório independente e sem nenhum vínculo financeiro de negócios com a Intelbras; emissão do Certificado de Conformidade considerando que todas as etapas anteriores tenham sido concluídas com sucesso e estejam de acordo com os requisitos da Norma Técnica.

No Brasil, o organismo responsável pelas políticas nacionais de metrologia e por acreditar os organismos certificadores e laboratórios é o INMETRO. A Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT, é a responsável pela elaboração das normas nacionais ou adaptação das normas internacionais à realidade e ao mercado   brasileiro.

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários