Sociedade 5.0 no Latam Retail Show

Estudo mostra que energia limpa é o caminho.

O estudo Tomorrow´s Consumer Sociedade 5.0 Latam foi apresentado nesta terça-feira (14.09) durante o Latam Retail Show.  A responsável pelo estudo, Karen Cavalcanti, apresentou os dados coletados nos países da América Latina que demonstram a visão que eles têm dos problemas e das soluções para melhorar a vida de seus habitantes.  

Participaram da pesquisa Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. O que mais preocupa a sociedade para o próximo período de cinco a 10 anos, conforme o estudo, é a corrupção, citada por 51% dos respondentes., seguida por pobreza e desigualdade social (49%) e insegurança com assaltos e violência (48%).

 A preocupação com as crises financeiras foi citada 46%, seguida pelo efeito das mudanças climáticas (42%), baixa oportunidade de emprego e renda (42%), crescimento de doenças emocionais (42%) e esgotamento ou racionalização de água potável (41%).  Dos países, o Chile apareceu como o que se sente ais próximo de uma sociedade 5.0, seguido por México e Equador.

Segundo a pesquisadora responsável pelo estudo, Karen Cavalcanti, mediante estímulo, o item mais citado no estudo como necessário para alcançar a sociedade 5.0 foi a energia limpa. A melhor forma para tal fim seria incentivar energias renováveis; coleta seletiva, reciclagem, produção de menos lixo; agricultura, pecuária ou pesca inteligente e o desenvolvimento da ciência e da tecnologia. Isso levaria o Brasil e países da América Latina se tornarem uma sociedade 5.0.

Consumo

Em termos de consumo, as categorias com maior potencial de crescimento nos próximos cinco anos são roupas, calçados e acessórios (47%), viagens nacionais (45%), eletrodomésticos e eletroeletrônicos para o lar (42%) e internet (41%%).

Além da apresentação do estudo por Karen,, o evento contou com a participação de João Carlos Brega, presidente da Whirlpool, de Juliano Ohta, CEO da Telhanorte Tumelero e de Paulo  Camargo, CEO do McDonald´s. Os executivos debateram as tendências de consumo, as mudanças ocorridas com a pandemia  e o comportamento atual do consumidor.  

“Hoje, não é a posse o que mais interessa, mas sim a experiência do consumidor”, afirmou o presidente da Whirlpool. “As pessoas, hoje, ligam meos para as marcas, confiam mais na opinião dos colegas e no poder de influência das mídias sociais. Elas estão revendo suas prioridades”, disse o CEO da Telhanorte Tumeler. Com o .apelido  Méqui, ficamos mais próximos dos brasileiros, foi um gesto de carinho”, contou o CeO do McDonald´s.

O levantamento de tendência comportamental foi elaborado pela Mosaiclab, empresa especializada em inteligência de mercado, do ecossistema Gouvêa, e realizado no início de setembro em 14 países latino-americanos, com 4.930 pessoas acima de 18 anos, de todas as classes sociais.

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários