ACSP: varejo paulistano cresce 14,5% na primeira quinzena de novembro

Dados do Balanço de Vendas mostram nível aquecido às vésperas da Black Friday.

A movimentação no varejo paulistano está aquecida e com boas chances de consolidação de um ano em patamar positivo para o setor. Dados prévios do Balanço de Vendas, elaborados pelo Instituto de Economia Gastão Vidigal (IEGV) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), com amostra da Boa Vista SA, apontam que houve alta de 14,5% comparada com o mesmo período de 2020.

O indicador mostrou ainda um leve avanço de 0,9% sobre os mesmos quinze dias de 2019 e 3,1% se comparado com outubro deste ano. Agora, a expectativa é que os dados se confirmem com as promoções oferecidas na Black Friday e vendas no comércio eletrônico.

Marcel Solimeo, economista da ACSP, avalia que o efeito das flexibilizações, como o maior tempo de funcionamento dos estabelecimentos comerciais, o fim das restrições de ocupação e a maior locomoção dos consumidores para comprar, tem ajudado a manter o ritmo em elevação. “Nossa expectativa agora é com as promoções da Black Friday, que prometem manter o aquecimento do setor. Crescimento real só em 2022. Neste ano, o que se espera é atingir o mesmo patamar de 2019, quando não se tinha pandemia”, afirmou.

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários