Até quando?

Abram Szajman, presidente da FecomercioSP

Não é de hoje que o peso de uma legislação tributária ultrapassada e excessivamente complexa recai sobre o Brasil de forma escravista, forçando-nos a dispender tempo e dinheiro com obrigações seguramente desnecessárias e onerosas.

Dados comprovam a necessidade da mudança. A FecomercioSP tem acompanhado os desdobramentos das propostas que circulam e contribuído com sugestões. A entidade entregou à Secretaria da Receita Federal e da Previdência e à Frente Parlamentar do Empreendedorismo, do Congresso Nacional, uma série com mais de dez anteprojetos direcionados à simplificação do atual regime de tributação do País.

A Federação entregou, também, ao relator da PEC n.º 45/2019, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP/PB), oito emendas elaboradas com base em demandas de empresários.

As propostas estão na mesa, e é nítido o esforço dispendido por diversos meios para que esse sistema retardatário seja substituído por soluções eficientes e que libertem o empresário da incerteza sobre até quando andará com a bola de ferro atada ao tornozelo.

 

Fonte: Revista Eletrolar News ed. 133

Compartilhe (Share)

Faça um comentário

ver todos comentários